top of page

Aprendizagem, inclusão e sustentabilidade no pátio da escola

Os primeiros anos de vida são de crítica importância para desenvolver competências cognitivas e sociais e para aprender. Promover a inclusão de crianças com necessidades educativas específicas (NEE) nesta fase, reunindo em contextos de aprendizagem crianças com e sem NEE, é crucial para assegurar uma sociedade inclusiva. Yard4All promoveu a inclusão de crianças com necessidades educativas específicas através da criação e gestão de hortas nos pátios escolares que desenvolveram competências matemáticas e científicas fora da sala de aula, bem como sustentabilidade, negócios, e marketing para crianças através de uma abordagem de modelo de pares (peer-to-peer).


Outro objetivo do projeto Yard4All - Using School’s yard for ALL child’s well-being and development foi investir na qualificação do ensino e aprendizagem, criando uma rede de escolas e organizações comunitárias inclusivas. Tudo isto foi desenvolvido e testado por um consórcio de 3 escolas, 2 universidades, 3 Organizações Não Governamentais, 1 fundação e 1 empresa.


Mais especificamente, o projeto visou:

  1. melhorar a qualidade de aprendizagem das crianças, utilizando ambientes de aprendizagem e ensino não formais para: promover mais contacto social entre alunos com e sem NEE; desenvolver processos de aprendizagem inovadores orientados por currículos flexíveis;

  2. reforçar as atitudes, aptidões e capacidades dos profissionais, proporcionando-lhes oportunidades de formação alinhadas com os objetivos políticos a nível nacional e local para uma educação inclusiva e sua compreensão;

  3. utilizar um ambiente de aprendizagem alternativo - hortas nos pátios escolares - para criar uma metodologia inovadora para desenvolver as capacidades de matemática e ciências e outras competências (por exemplo, empreendedorismo e criatividade) de todas as crianças;

  4. desenvolver os recursos existentes seguindo os princípios da permacultura na economia dos recursos hídricos, conservação do solo, ativação da fauna microbiológica e proteção contra pragas;

  5. aumentar a participação dos pais e da comunidade através da organização de feiras locais de agro-produtos, a fim de angariar recursos financeiros para a sustentabilidade do projeto (venda de sementes e produtos, implementação dos princípios do Comércio Justo). O objetivo é utilizar o pátio da escola como ferramenta para aumentar as competências dos professores e unir todas as crianças. Esta é uma oportunidade para a educação formal (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) e não formal, assim como para uma educação de qualidade e inclusiva..

Pictures from the Alfornelos school garden (Portugal).


Embora seja verdade que muitas escolas têm já uma horta para os seus alunos, principalmente para promover hábitos sustentáveis, a novidade do projeto Yard4All foi a introdução de um modelo de pares (peer-to-peer), no qual crianças sem NEE trabalharam como mentores para crianças com NEE, como forma de promover a inclusão e a interação social.




O projeto Yard4All foi implementado com o financiamento da Comissão Europeia pelo Programa Erasmus + (referência KA201-8A5F302D). Este projeto esteve ativo entre Setembro de 2019 e Agosto de 2022, e reuniu instituições de Portugal, Espanha, Roménia, Hungria, França, e Noruega. Durante este período, o projeto produziu cinco produtos intelectuais (Intellectual outputs, IO), nomeadamente:


IO1 - Plataforma Digital Aberta (isto é, o website do projeto)

IO2 - Modelo de apoio entre pares criança-criança

IO3 - Jogo de Negócios e Marketing para crianças

IO4 - Guia para a utilização de conceitos matemáticos no pátio da escola

IO5 - Guia para desenvolver conceitos científicos no pátio da escola


Todos os materiais estão disponíveis no website do projeto.


Resumo e exemplos dos IO (clique para expandir)

Para além destes produtos, o projeto desenvolveu uma Comunidade de Práticas que, através de reuniões on-line com professores e outros profissionais educativos, partilhou boas práticas e formação para implementar o projeto. Mais, alguns dos parceiros alargaram o impacto da horta da escola à sua comunidade. Por exemplo, na Roménia e na Hungria, as foram organizados mercados onde as crianças vendiam os produtos que cultivavam nas suas hortas. Em Portugal, o projeto foi recentemente divulgado na Noite Europeia dos Investigadores 2022, com atividades para crianças que visavam imitar as desenvolvidas nas hortas do Yard4All. Segundo a investigadora Joana Alexandre, do Centro de Investigação e Intervenção Social (CIS-Iscte), este projeto trouxe à luz experiências muito positivas promovendo a inclusão e a sustentabilidade em diferentes escolas através de ferramentas educativas não formais centradas na permacultura, bem como relações positivas e inclusivas entre crianças com e sem NEE. Dados qualitativos também mostraram que o projeto reforçou as atitudes, competências e capacidades dos professores e profissionais, proporcionando-lhes oportunidades de formação alinhadas com os objetivos políticos a nível nacional e local para a educação inclusiva e sua compreensão.


Yard4All at the 2022 European Researchers' Night in Lisbon.

Para direções futuras, Joana Alexandre aponta a necessidade de testar o modelo de uma forma sistemática em mais escolas. Acrescenta ainda que a futura disseminação do projeto envolverá a promoção dos materiais produzidos noutras escolas e entidades educativas. A formação para a implementação destes modelos e materiais poderá ser outra estratégia a ser adotada.


Resumo do projeto em 1 página

73 visualizações

Comments


bottom of page