Logo CIS-IUL
PT | EN

Comunidades, Organizações e Lugares Sustentáveis – SCOPE

 

Objetivos Gerais

A SCOPE reúne investigadores interessados no estudo das relações pessoa-ambiente. A pesquisa que realizamos aplica abordagens sociopsicológicas no estudo de temas sociais e societais relacionados com o ambiente, tendo como objetivo contribuir para criar comunidades, organizações e lugares sustentáveis. A nossa investigação caracteriza-se pela colaboração transdisciplinar (com a sociologia, antropologia, arquitetura, biologia, TIC, etc.), com vista a explorar novas sinergias entre diferentes áreas de pesquisa.

Os investigadores da SCOPE têm experiência numa multiplicidade de desenhos e métodos de pesquisa (qualitativos, quantitativos, estudos experimentais, etc.), que utilizam para abordar diversos níveis de análise. Além disso, estudam as relações pessoa-ambiente a partir de um leque diverso de perspetivas teóricas, que vão das abordagens discursivas e das representações sociais às atitudes e perceções de risco.

Áreas temáticas de investigação

1. Relações em (e com) lugares
Este domínio de pesquisa enfatiza particularmente os atributos físicos do ambiente (natural e construído), estudados como:
(1) fonte de experiências individuais (e.g., recuperação da fadiga e do stress, bem-estar) e de oportunidades/restrições a interações sociais (e.g., uso do espaço público)
(2) um ambiente significativo, em que fortes vínculos ao lugar influenciam o desenvolvimento pessoal e de grupo
(3) o resultado de processos interpessoais e intergrupos, presentes e passados, que interagem para (re)produzir significados e memórias do lugar. Vinculação ao lugar, identidades de lugar e memórias do lugar são aspetos chave para compreender como é que as comunidades respondem a mudanças e riscos ambientais e sociais, tanto em espaços urbanos como naturais.

2. Cidadania e sustentabilidade
Este domínio de pesquisa interessa-se pelo modo como as inovações societais para a sustentabilidade afetam as relações interpessoais e intergrupais e moldam a ação individual e coletiva. Examina especificamente o apoio e a resistência a:
(1) novas políticas, leis, direitos e normas (reguladoras das alterações climáticas, proteção da biodiversidade, envolvimento e participação dos públicos, e cidadania). Adota-se também a perspetiva sistémica para a compreensão de como as minorias ativas, como os grupos ativistas, e o conhecimento local e recursos da comunidade podem contribuir para introduzir mudanças na área das relações pessoa-ambiente;
(2) novas tecnologias com impacto ambiental (tecnologias de energias renováveis, energia nuclear, biotecnologia). Inclui-se aqui também a pesquisa sobre a adesão dos públicos ao fornecimento de energia renovável e eficiente, e a aceitação de tecnologias de energia renovável, entre outras;
(3) adoção de comportamentos sustentáveis e como estas práticas podem ser incentivadas através de fatores de nível macro (e.g., responsabilidade social das organizações) e microssocial (e.g., atitudes).

Atividades

As atividades SCOPE incluem reuniões e seminários com psicólogos (ambientais, sociais e outras áreas) e investigadores de outras disciplinas. Para mais informações acerca das próximas atividades pode juntar-se à nossa lista de divulgação contactando a equipa coordenadora - Sílvia Luís (Silvia_Luis@iscte-iul.pt) e Maria Fernandes-Jesus (Maria.Jesus@iscte-iul.pt)
Membros SCOPE são parte do comité organizador da próxima conferência IAPS 2022 em Lisboa


Para mais informações contacte-nos: Sílvia Luís (Silvia_Luis@iscte-iul.pt) e Maria Fernandes-Jesus (Maria.Jesus@iscte-iul.pt).



Logo CIS-IUL
Edf. ISCTE-IUL, Sala 2w17
Av. das Forças Armadas
1649-026 Lisboa
Telefone: +351 210 464 017
Fax : +351 21 046 41 74
Email: cis@iscte.pt
CIS-IUL © 2019. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: webXperience