Logo CIS-IUL
PT | EN

Saúde para todos: Uma abordagem psicossocial


Missão e Objectivos Gerais

Health for All (H4A) é a principal missão deste grupo, cujas atividades visam contribuir para que a saúde seja um recurso vital igualmente disponível a todos os indivíduos, independentemente da sua origem e contexto pessoal, social e cultural.

O objectivo geral do H4A é realizar investigação e desenvolver intervenções a partir de uma abordagem psicossocial da saúde, como definido pela World Health Organization (WHO, 1948). Isto significa que analisamos tópicos relacionados com saúde (por exemplo, dor, estigma, saúde mental, comportamentos alimentares) com base em processos psicossociais (por exemplo, estereótipos, identidades sociais, percepções de risco, processos multiculturais).

A abordagem inovadora deste grupo provém do uso do conceito de “interação social” para integrar, num enquadramento coerente, as contribuições de diversos níveis de análise para as questões e problemas relacionados com a saúde. As desigualdades nos cuidados de saúde são abordados a partir desta perspectiva, focando-se nos enviesamentos sociocognitivos, nos processos de comunicação e nas dimensões espaciais que enquadram a qualidade na prestação de cuidados de saúde.

Estamos especialmente interessados na identificação dos determinantes sociais do bem-estar que podem ser usados em intervenções baseadas em investigação para promover a saúde dos indivíduos, grupos e comunidades.

Como para nós a divulgação do conhecimento que produzimos é muito importante, os protocolos com diferentes prestadores de cuidados de saúde e grupos de apoio social são uma prioridade.



Áreas Temáticas de Investigação

O H4A tem três grandes áreas temáticas de investigação:
 

T1. DISPARIDADES SOCIAIS E DIVERSIDADE NA SAÚDE:

Análise de processos psicossociais (ex., preconceito, discriminação, competência para a diversidade cultural e de género) subjacentes a disparidades sociais no estado de saúde e no acesso e utilização dos serviços de saúde por parte de membros de diversos grupos sociais (género, idade, classe social, LGBTI, etnia/cultura), com vista ao desenvolvimento de intervenções que promovam a equidade social na saúde.

T2. RISCO, AMBIENTE E SAÚDE:

Análise da relação entre as características e perceções do ambiente físico, das perceções de riscos e sua comunicação para a saúde dos indivíduos e comunidades, com vista ao desenvolvimento de intervenções promotoras da qualidade de vida e estilos de vida saudáveis.

T3. RELAÇÕES SOCIAIS E SAÚDE:

Análise da influência de processos interpessoais e grupais (e.g., comunicação, suporte social, identificação grupal, partilha social de emoções) na relação com outros significativos e cuidadores formais e informais, com vista ao desenvolvimento de intervenções que promovam a saúde e os processos de adaptação e ajustamento a doenças crónicas (e.g., dor crónica, demências).



Intervenção

Delineamos, implementamos e avaliamos instrumentos e programas de intervenção baseados em teoria e investigação para responder a questões de saúde, sociais e culturais, que podem ser aplicados a instituições de saúde e sociais.

Respondemos também a necessidades específicas dos prestadores de serviços de cuidados de saúde e de grupos de suporte social. Por exemplo, temos uma forte ligação com a realização de investigação de campo para responder a necessidades sociais no domínio do ambiente, dos cuidados de saúde e das atividades intergeracionais.



Formação e Disseminação de Conhecimento

Estamos ativamente envolvidos na formação e na disseminação do conhecimento produzido através das seguintes atividades:

  • Formação nos níveis de graduação e pós-graduação, através do envolvimento na coordenação e no ensino de cursos de Mestrado, como por exemplo os Mestrados de “Psicologia Social da Saúde” ou de “Psicologia Comunitária e Proteção de Menores”. Adicionalmente, também estamos envolvidos no planeamento e implementação de vários cursos de especialização.
  • Organização de atividades formativas e de disseminação, como por exemplo seminários, workshops e escolas de verão.
  • Disseminação através de publicações nacionais e internacionais, incluindo revistas científicas de prestígio e meios de comunicação mais tradicionais.
  • Apresentação de investigação em encontros científicos nacionais e internacionais.
  • Participação em comissões científicas e organizadoras de eventos nacionais e internacionais e promoção de atividades de transferência de conhecimento para a comunidade (por exemplo, consultadoria a prestadores de serviços de saúde, entrevistas a meios de comunicação, universidade intergeracional).
  • Encontros e colaborações regulares entre os membros do H4A e com os membros dos outros grupos de investigação do CIS.
  • Colaboração com equipas e redes  internacionais, como por exemplo a EuroHealthNet, o grupo de investigação EURAGE, a Harvard Medical School, o King’s College of London e o Ghent Health Psychology Lab.

Contacto

Atual Coordenadora do Grupo: Sónia Bernardes (sonia.bernardes@iscte-iul.pt)



Logo CIS-IUL
Edf. ISCTE-IUL, Sala 2w17
Av. das Forças Armadas
1649-026 Lisboa
Telefone: +351 210 464 017
Fax : +351 21 046 41 74
Email: cis@iscte.pt
CIS-IUL © 2018. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: webXperience